Despesas

 


No Brasil muitos micro, pequenos e até médios empresários não diferenciam suas contas pessoais das contas empresariais. Este hábito além de ferir o princípio da entidade, faz com que haja discrepância no resultado das empresas. O rendimento do empresario deve ser retirado das empresas através das retiradas pró-labores e da distribuição de lucro, quando houver. É extremamente importante que a Pessoa Jurídica tenha contas correntes e caixa separados da pessoa fisica e que os custos/despesas e receitas sejam realizados em suas respectivas contas. Neste momento de crise a utilização de um controle de orçamento se torna ainda mais necessário tanto para a pessoa juridica quanto para a pessoa física.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe se está tendo prejuízo com o preço comercializado em seu produto ou serviço?

Saiba quais são os procedimentos para abrir uma empresa